Marketing Digital - Batalha: o Facebook contra as notícias falsas.

 

Com objetivo de limitar a disseminação de fake news, o Facebook removeu a possibilidade de modificar pré-visualizações de links compartilhados. Com a novidade, fan pages que não forem de veículos de mídia não poderão substituir os metadados do l

Categoria: Rede Social

  • Cliecom
  • Postado: 02/08/2017 às 08:55:12

Nesta semana, o Facebook anunciou três novidades voltadas a portais de notícias na plataforma. A empresa de Mark Zuckerberg apresentou nova ferramenta de análise para Instant Articles, atualizações para pré-visualização de links e afirmou, em conferência realizada em Nova York, que está desenvolvendo sistema de assinaturas de notícias na rede social.

A nova ferramenta para veículos que utilizam o Instant Articles permite medir como os artigos publicados estão performando no Facebook, em comparação aos equivalentes de web móvel. Segundo a própria rede social, os dados são importantes para que os veículos possam tomar decisões de negócio sobre como eles compartilham conteúdo na plataforma.

O Facebook trabalhou em parceria com a Nielsen, empresa especializada em mensuração, para validar a metodologia que mede o tráfego alcançados com Instant Articles. A ferramenta estará disponível para páginas que tenham publicado artigos suficientes nas duas formas para medir a diferença. Para obter detalhes sobre as métricas utilizadas pela rede social, basta acessar o guia publicado pela empresa.

Ação contra notícias falsas no Facebook
Com objetivo de limitar a disseminação de fake news, o Facebook removeu a possibilidade de modificar pré-visualizações de links compartilhados. Com a novidade, fan pages que não forem de veículos de mídia não poderão substituir os metadados do link – por exemplo, título, descrição, imagem – em aplicativos ou no publicador da página.

“Isso ajudará a eliminar canal que vinha sendo utilizado para publicar notícias falsas. As páginas impactadas ainda podem programar e pré-visualizar como os anexos de seus links serão exibidos no Facebook, usando a Marcação do Open Graph e o nosso Depurador de Compartilhamento”, informou a plataforma.

Além disso, foi lançada solução para veículos de mídia que contam com a substituição de metadados de visualização de link, para personalizar a forma como seus conteúdos aparecem para seus seguidores. Em nova área nas Ferramentas de Publicação de Páginas, os para que os veículos possam indicar seus link e continuar editando a forma como eles aparecem.

O Facebook cobrará por notícias?
Nesta semana, durante conferência realizada no Estados Unidos, a diretora de parcerias do Facebook, Campbell Brown, declarou que a rede social está trabalhando na implementação de um sistema de assinaturas de notícias, semelhante ao utilizado por portais jornalísticos em todo o mundo.

Segundo informações publicadas pelo portal The Street, a empresa informou que os primeiros testes do produto começarão em outubro deste ano e a ferramenta será implementada com base no Instant Articles.

Fonte: www.portal.comunique-se.com.br